Atleta do mês Agosto/2017: Artur Maurício Maux de Figueiredo

Atleta: Artur Maurício Maux de Figueiredo

Esporte: Atleta: Atletismo - Utramaratona

Idade: 47

Entrevista:

Há quase quatro anos praticando corrida de rua, Arthur já participou de várias maratonas e ultra maratonas. Ele confessou que não tem nenhuma pretensão de conquistar o pódio, mas tem uma meta: “participar de 50 maratonas até o meu aniversário de 50 anos”.

Em entrevista ao site T_Esportes, o atleta falou um pouco da sua trajetória na corrida de rua, cuidados com a alimentação e rotina de treinos.

 

  • Sempre gostou de praticar atividades físicas?

 “Sempre gostei, durante a fase escolar sempre me envolvi com as atividades da escola; fiz futebol mas não tive sucesso, fiz basquete mas era muito baixinho, fiz natação, mas não me destaquei. (Risos)”

  • Quando e por que começou a praticar corrida de rua?

“Por volta dos 40 anos de idade, após ver vários familiares ter problemas de saúde causados pela obesidade, resolvi fazer uma cirurgia bariátrica e por orientação médica comecei a caminhar, em seguida iniciei a corrida.” Antes da cirurgia Arthur chegou a pesar 115kg no auge dos seus 1,65 metros de altura.

  • Como foi a primeira participação em uma meia maratona (21Km)?

“Participei da minha primeira meia maratona após fazer um treino de 20km no calçadão da Roberto Freire, sem nenhuma orientação profissional. Saí de casa fui até o calçadão e corri até atingir a distância de 20km. Pronto! Já posso participar da meia maratona. (Risos).”. Sem nenhuma orientação ou experiência, Arthur participou da Meia Maratona de Natal no ano de 2012 apenas tendo participado de uma prova de 5km, meses antes, e tendo feito um “treino” de 20Km.

  • Possui cuidados com a alimentação para obter melhores resultados? Dietas? Restrições alimentares?

“Não, tento me alimentar como ensinou minha mãe, (Risos), como arroz, feijão, carne, salada...”. A sua alimentação diária não tem nada fora do comum, mas com a experiência que já adquiriu ao longo de sua jornada nas corridas de longa distância, o mesmo já aprendeu que deve ter alguns cuidados com a alimentação antes, durante e depois das provas, isso sem falar na enorme restrição que a cirurgia bariátrica lhe causa, “...tenho dificuldade até para tomar água durante a prova...”.

Devido a cirurgia, a capacidade de absorção de nutrientes ficou bem reduzida e nem todo alimento é bem recebido pelo seu organismo. O que poderia se tornar uma barreira para a prática de corridas de longa distância, na verdade, se tornou um desafio a mais para Arthur superar, ele não reclama, apenas procura alternativas para não parar de fazer o que tanto gosta.

  • Algumas corridas que já participou:
    • 100Km do Frio
    • Desafio 80K
    • Maratona de Boston
    • Maratona de Berlim
    • Mountain do Deserto do Atacama 42Km
    • UpHill 42km
  • Qual a frequência de treinos?

“5 dias na semana”

  • O que costuma fazer para melhorar o desempenho?

“Busco inspiração em grandes nomes do esporte.”

  • Você considera que sua vida melhorou após praticar atividades esportivas?

“Sim, muito!”

  • Faz parte de alguma assessoria?

STI Runner – Professor Betinho.

  • O esporte trouxe benefícios à sua vida, além da melhoria da sua qualidade de vida?

“Sim! Me tornei uma pessoa mais paciente e tolerante.”

  • Tem alguma mensagem que sirva de motivação àqueles que estão iniciando a prática esportiva?

“Eu gosto do impossível porque lá a concorrência é menor”. Walt Disney.