Atleta do mês Dezembro/2017: Josias Emiliano da Silva

Atleta: Josias Emiliano da Silva

Esporte: Atleta: Ciclismo

Idade: 33

Entrevista:

Quando começou a praticar a modalidade esportiva? Trabalha ou “vive” só do esporte? Quanto tempo faz?

Iniciei aos treze anos a prática da mountain bike, em Nísia Floresta. Com provas pequenas, depois fui crescendo e comecei a participar de competições estaduais e provas de níveis mais altos fora do Estado.

Teve algo ou alguém que o (a) motivou iniciar a prática esportiva?

Meus incentivadores no início, foram um primo e um colega que eram atletas de ciclismo e com a experiência deles, me incentivaram e até hoje torcem por mim.

Faz parte de alguma assessoria? Tem algum apoio/patrocínio? Técnico ou professor?

Não faço parte de nenhuma assessoria e também não recebo ajuda financeira, mas sempre estou recebendo o apoio da CB Sports e muitos amigos, que principalmente nas provas mais distantes, contribuem para que eu possa participar.

Qual a frequência de treinos? O que costuma fazer para melhorar o desempenho?

Minha frequência de treinos é de 6x por semana e um dia de descanso. Geralmente, treino de segunda a sábado e no domingo quando não tem competições, reservo para o descanso.

O treino depende muito do estilo da prova que vou participar. Se for uma prova com muitas subidas e descidas, faço um treino com trabalho de força na subida e técnicas para conseguir descer mais forte.Em provas com percursos mais planos, procuro realizar um treino mais longo, às vezes, com o auxílio de uma moto para desenvolver um ritmo mais forte, fazendo um vácuo de moto.

A CB Sports me auxilia quanto à planilha de treino, de acordo com a prova que vou participar.

Possui cuidados com a alimentação para obter melhores resultados? Dietas? Restrições alimentares?

Minha alimentação é bem simples (arroz, feijão, macarrão... etc.).

Dependendo das provas que vou participar, se for com muitas subidas, procuro regular um pouco alimentação para não ganhar muito peso. Já em outras provas durante o ano, procuro ganhar massa muscular. O peso influi muito nas provas.

Quais títulos você obteve e que considera mais importantes?

O que mais me marcou foi a medalha de ouro que ganhei na Copa Nordeste em Piauí. (2013) Foi emocionante pra mim e para toda delegação do Rio Grande do Norte, família e amigos.

Você tem alguma frase ou mensagem que gostaria de deixar para os nossos leitores?

Diante da situação do nosso País que vemos nos noticiários, tantas escolhas erradas, acredito que o caminho para àqueles que querem fazer algo diferente é a prática de esportes, seja no ciclismo, corrida. Serei sempre um incentivador para que essas pessoas e outras participem, vivam essa experiência no esporte. Esporte é tudo!