Atleta do mês Janeiro/2017: Francisco de Medeiros Fernandes

Atleta: Francisco de Medeiros Fernandes

Esporte: Atleta: Triathlon

Idade: 56

Entrevista:

ATLETA DO MÊS – JANEIRO 2017

 

No primeiro mês do ano, vamos conhecer um pouco da trajetória de mais um grande atleta, Paluca. Leia abaixo a entrevista na íntegra.

 

Nome Completo: Francisco De Medeiros Fernandes - Paluca

Data de Nascimento: 01/02/1961

Idade: 55 anos

Naturalidade: Catolé do Rocha/PB

Modalidade esportiva: Triathlon

 

Entrevista

 

Sempre gostou de praticar atividades físicas?

- Sempre. Pratico atividades físicas desde de criança.

Trabalha ou “vive” só do esporte?

- Sou funcionário público municipal, trabalho como vigilante em uma unidade básica de saúde.

Faz parte de alguma assessoria? Tem algum apoio/patrocínio? Técnico ou professor?

- Não tenho técnico, nem patrocinador. Participo das provas utilizando apenas o meu nome.Também não faço parte de nenhuma assessoria.

Quando começou a praticar a modalidade esportiva? 

- Comecei no atletismo em 1976 e em 1983 iniciei o ciclismo e já fui logo entrando também no triathlon.

Teve algo ou alguém que o motivou iniciar a prática esportiva?

- Em 1976, iniciei minha carreira com o professor Romilson de Lima Nunes, no campeonato de bairro de atletismo. No ano de 1977, passei a treinar com o professor Fernando Geraldo, na escola Régulo Tinôco e, em seguida comecei a treinar com meu grande mestre o professor Armando Lima, treinei com ele até o fim de minha carreira no atletismo. Desde que iniciei no ciclismo e no triathlon, não treino mais com técnico.

O esporte trouxe benefícios à sua vida? Você considera que sua vida melhorou após praticar atividades esportivas?

- Sempre fiz atividade física e isso me levou ao esporte de competição. Tive oportunidade de viajar e conhecer lugares, pessoas e isso me trouxe um pouco de cultura, não só esportiva, mas de um modo geral.

O esporte me trouxe muitos ensinamentos, como disciplina e respeito. Ele mostra que somos capazes. Você pode seguir uma carreira esportiva e estudar, além de trabalhar, é só ser disciplinado e querer.

Possui cuidados com a alimentação para obter melhores resultados? Dietas? Restrições alimentares?

- Não tenho cuidados com alimentação. Moro sozinho e tenho que fazer tudo do meu jeito, não tenho regras alimentares.

Qual a frequência de treinos?

- No período de competição, faço 12 treinos por semana, sendo 4 de natação, 4 de ciclismo e 4 de corrida. Se a prova for longa, faço um treino longo em cada modalidade, fora do período de competição, faço treinos curtos.

O que costuma fazer para melhorar o desempenho?

-Para melhorar meu desempenho nas provas, procuro estudar o percurso e os adversários, além de treinar direcionado para a prova.

Quais os principais títulos?

- Prefiro falar de meus títulos no triathlon:

  • Campeão estadual em 2 dos 3 campeonatos realizados;
  • Campeão do triathlon da infantaria;
  • Campeão do triathlon duque da caxias;
  • Campeão do triathlon de rota do sol;
  • Campeão do triathlon cidade monumento em Olinda/PE;
  • Campeão do triathlon do 17º GAC;
  • Campeão brasileiro de longa distância em 2010;
  • 4º colocado no Pan-americano em Porto de Galinhas/PE;
  • 2º lugar no brasileiro de triathlon olímpico de 2011;
  • Campeão brasileiro e sulamericano de duathlon em Sapiranga/RS;
  • Campeão do triathlon da Nataltri em 2012;
  • Campeão do cabra da peste, Fortaleza/CE em 2013;
  • Campeão do triathlon de Olinda/PE, 2013;
  • Vice- campeão brasileiro de longa distância em 2013;
  • 11º colocado no IRONMAN Brasil-Fortaleza/CE, 2014;
  • 5º colocado no Challenger de Maceió/AL em 2015;
  • 2º colocado no brasileiro de triathlon olímpico, 2016-João Pessoa/PB;
  • 2º colocado no SESC Triathlon da PB;
  • Campeão do challenger Maceió/AL 2016;
  • Vice-campeão do IRONMAN BrasilFortaleza/CE, 2016;

Teria alguma mensagem que sirva de motivação àqueles que estão iniciando a prática esportiva ou que já estão há algum tempo?

- A mensagem que deixo para quem quer entrar ou estar no esporte, é que treine muito, procure profissionais comprometido com o esporte, e acredite no seu potencial. Nunca desista do seu sonho, ele pode demorar a chegar, mas um dia ele vem. Paralelo ao esporte, estude, se qualifique, para que no futuro você possa seguir em outra atividade fora do esporte.